PORTUGAL SERÁ� MELHOR

  • - se a casa de Aristides de Sousa Mendes fôr reconstruída para um projecto ligado com a sua vida
  • - se houver mais locais para pôr as mãos na massa
  • - se cada um de nós Ler +
  • - se cada um de nós respeitar os passeios como lugar de trânsito dos peões, sobretudo dos que têm menos mobilidade
  • - se for mandado para as urtigas o princí­pio, muito vulgarizado: Tudo pelos amigos, nada pelos inimigos. Aos outros aplica-se a lei. É mais simples e justo se a todos se aplicar a lei.

POR UM JORNALISMO MELHOR

Recentes

Ligações


  • Get Firefox!

sábado, setembro 15, 2007

PROVEDORIAS NO DN

"Quem nunca foi confrontado, numa sala de cinema, com um "vizinho" repetente na visão do filme, que se compraz em antecipar, para a sua companhia de ocasião, a cena que se segue? E em voz tão audível que, por exemplo, num policial, chega a estragar a expectativa sobre a identidade do criminoso? Convenhamos que é um desespero...

A leitora Mariana Cabral deve ter sido assolada por sentimentos semelhantes (na sua mensagem ao provedor, fala mesmo em "fúria" e "revolta") quando leu, na capa do DN de 22 de Julho : "Revelado. Afinal Harry Potter não morre no fim do novo livro. Saiba porquê. Reportagem, págs. 28 e 29"."


Da crónica de Mário Bettencourt Resendes, no DN, hoje