PORTUGAL SERÁ� MELHOR

  • - se a casa de Aristides de Sousa Mendes fôr reconstruída para um projecto ligado com a sua vida
  • - se houver mais locais para pôr as mãos na massa
  • - se cada um de nós Ler +
  • - se cada um de nós respeitar os passeios como lugar de trânsito dos peões, sobretudo dos que têm menos mobilidade
  • - se for mandado para as urtigas o princí­pio, muito vulgarizado: Tudo pelos amigos, nada pelos inimigos. Aos outros aplica-se a lei. É mais simples e justo se a todos se aplicar a lei.

POR UM JORNALISMO MELHOR

Recentes

Ligações


  • Get Firefox!

quarta-feira, setembro 19, 2007

Jornalismo,linguagem dos conflitos

"O jornalismo erra, porque é uma atividade de alto risco, e de alto risco porque deve narrar com veracidade, honestidade e senso crítico conflitos entre interesses que, embora legítimos, são antagônicos. E é difícil narrar nessas condições, porque a parte emocional dos conflitos exige recursos de sedução ao relato jornalístico. Entretanto, o relato jornalístico tem de se ater à perspectiva da sociedade, porque os conflitos só são importantes na medida em que interessam à sociedade, tendo em vista o aperfeiçoamento da vida humana e das relações sociais."

Assim começou a entrevista feita com Carlos Chaparro, pela TV São Judas, para o Canal Universitário. Ver mais no O Xis da Questão