PORTUGAL SERÁ� MELHOR

  • - se a casa de Aristides de Sousa Mendes fôr reconstruída para um projecto ligado com a sua vida
  • - se houver mais locais para pôr as mãos na massa
  • - se cada um de nós Ler +
  • - se cada um de nós respeitar os passeios como lugar de trânsito dos peões, sobretudo dos que têm menos mobilidade
  • - se for mandado para as urtigas o princí­pio, muito vulgarizado: Tudo pelos amigos, nada pelos inimigos. Aos outros aplica-se a lei. É mais simples e justo se a todos se aplicar a lei.

POR UM JORNALISMO MELHOR

Recentes

Arquivos

Ligações


  • Get Firefox!

segunda-feira, setembro 24, 2007

MORREU CLAUDE-JEAN BERTAND

"Claude Jean Bertrand, Professor Emeritus at the University of Paris II, passed away on September 21.

He promoted the concept of Media Ethics, Accountably Systems and Deontology in foundations of democracy, the world over."


Claude Jean Bertrand cruzou-se com muitos de nós, nas universidades e nos media. Deixa o livro "O arsenal da democracia: Sistemas de Responsabilização da Mídia" editado pela EDUSC (Brasil).

sexta-feira, setembro 21, 2007

Educação, Globalização e Cidadania

Conferência Internacional 2008 Midterm Conference.

Midterm Conference de Sociologia da Educação, em João Pessoa Brasil, de 19 a 22 de Fevereiro de 2008.
Toda a informação está disponivel aqui

quarta-feira, setembro 19, 2007

Jornalismo,linguagem dos conflitos

"O jornalismo erra, porque é uma atividade de alto risco, e de alto risco porque deve narrar com veracidade, honestidade e senso crítico conflitos entre interesses que, embora legítimos, são antagônicos. E é difícil narrar nessas condições, porque a parte emocional dos conflitos exige recursos de sedução ao relato jornalístico. Entretanto, o relato jornalístico tem de se ater à perspectiva da sociedade, porque os conflitos só são importantes na medida em que interessam à sociedade, tendo em vista o aperfeiçoamento da vida humana e das relações sociais."

Assim começou a entrevista feita com Carlos Chaparro, pela TV São Judas, para o Canal Universitário. Ver mais no O Xis da Questão

sábado, setembro 15, 2007

PROVEDORIAS NO DN

"Quem nunca foi confrontado, numa sala de cinema, com um "vizinho" repetente na visão do filme, que se compraz em antecipar, para a sua companhia de ocasião, a cena que se segue? E em voz tão audível que, por exemplo, num policial, chega a estragar a expectativa sobre a identidade do criminoso? Convenhamos que é um desespero...

A leitora Mariana Cabral deve ter sido assolada por sentimentos semelhantes (na sua mensagem ao provedor, fala mesmo em "fúria" e "revolta") quando leu, na capa do DN de 22 de Julho : "Revelado. Afinal Harry Potter não morre no fim do novo livro. Saiba porquê. Reportagem, págs. 28 e 29"."


Da crónica de Mário Bettencourt Resendes, no DN, hoje

quarta-feira, setembro 05, 2007

BLOGUES+POLÍTICA: UM EMPURRÂO

"Sapo quer que políticos criem conteúdos próprios

INÊS DAVID BASTOS
O portal Sapo, da PT.COM, está a abordar os vários partidos políticos para os convidar a criarem conteúdos próprios para a Internet. O líder do CDS/PP, Paulo Portas, já deu o seu aval e os seus vídeos já circulam no Sapo, tal como no YouTube, e o PCP também aceitou o repto do Sapo para colocar no portal vídeos da Festa do Avante!, segundo confirmou ao DN fonte da empresa.

"Esta abordagem insere-se na estratégia do portal em apostar em conteúdos em português. Daí que tenhamos feito também parcerias com a SIC, RTP e as Produções Fictícias", sublinhou a mesma fonte, congratulando-se com o facto de os vídeos com as intervenções de Paulo Portas no Sapo terem já superado em 25 por cento as visualizações dos mesmos vídeos no internacional YouTube.

O PCP será o próximo partido a fazer parte da plataforma de vídeos do Sapo. Serão produzidos vários vídeos "com os melhores momentos" da Festa do Avante!, que começa sexta-feira na Quinta da Atalaia e termina domingo, que depois serão colocados no portal. Os outros partidos políticos ainda não responderam à abordagem do portal da PT Comunicações.

O portal Sapo, que completou ontem 12 anos, é líder de audiências, com 800 mil utilizadores diários.
|"no DN, hoje

sábado, setembro 01, 2007

PROVEDORIAS NO DN

"Aos leitores, sugere-se que se limitem ao essencial dos factos que pretendem divulgar ou aos aspectos fundamentais da opinião que desejam expressar. Evitem divagações, exercícios de estilo dispensáveis, ataques pessoais gratuitos e, sobretudo, linguagem insultuosa. Tenham presente a actualidade e o interesse público da sua mensagem, o facto de o jornal também ser responsável judicialmente por esses conteúdos e compreendam que uma carta de uma personalidade de primeiro plano é passível de merecer mais espaço.

Os jornalistas, por seu lado, deverão ser criteriosos na selecção do material. Os cortes têm de ser sempre assinalados com reticências entre parênteses, com a preocupação de conservar o sentido e o núcleo central das mensagens. Numa redacção, está longe de ser uma tarefa menor: exige rigor, atenção e respeito pelos leitores, aqueles a quem, em última análise, se destina o trabalho dos jornalistas."


no DN, hoje, crónica de Mário Bettencourt Resendes.