PORTUGAL SERÁ� MELHOR

  • - se a casa de Aristides de Sousa Mendes fôr reconstruída para um projecto ligado com a sua vida
  • - se houver mais locais para pôr as mãos na massa
  • - se cada um de nós Ler +
  • - se cada um de nós respeitar os passeios como lugar de trânsito dos peões, sobretudo dos que têm menos mobilidade
  • - se for mandado para as urtigas o princí­pio, muito vulgarizado: Tudo pelos amigos, nada pelos inimigos. Aos outros aplica-se a lei. É mais simples e justo se a todos se aplicar a lei.

POR UM JORNALISMO MELHOR

Recentes

Ligações


  • Get Firefox!

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Na página 24, do Público de ontem, 3a feira

três mestiçagens:

Morreu a agente alemã da literatura lusófona
Helena Ferro de Gouveia Bona
Ray-Güde Mertin (1943-2007) foi responsável pela afirmação da literatura em língua portugesa na Alemanha. Lobo Antunes, Saramago, Agustina e Agualusa são alguns dos seus devedores

Mesquitela Lima (1929-2007) O antropólogo que começou como funcionário colonial
Isabel Salema
Mesquitela Lima fundou o primeiro Departamento de Antropologia em Portugal no pós-25 de Abril

Amadeo teve mais de 100 mil visitantes
Número final: 100.117. Segundo a Fundação Calouste Gulbenkian, a exposição de Amadeo de Souza-Cardoso ultrapassou os 100 mil visitantes, tornando-se na quarta mais vista em Portugal. Cobrindo todo o período de actividade do artista (1907-1918), a mostra teve em dois meses mais visitantes que Andy Warhol em Serralves, aproximando-se do recorde da exposição de Paula Rego, que esteve três meses também em Serralves e teve 157 mil entradas.

Considero que a exposição de Amadeo foi também o sucesso de uma concepção que integrou obras de muitos artistas de renome que se cruzaram, de forma mais ou menos directa, com Amadeo. Isso não diminui Amadeo, antes o contextualizou e enriqueceu.