PORTUGAL SERÁ� MELHOR

  • - se a casa de Aristides de Sousa Mendes fôr reconstruída para um projecto ligado com a sua vida
  • - se houver mais locais para pôr as mãos na massa
  • - se cada um de nós Ler +
  • - se cada um de nós respeitar os passeios como lugar de trânsito dos peões, sobretudo dos que têm menos mobilidade
  • - se for mandado para as urtigas o princí­pio, muito vulgarizado: Tudo pelos amigos, nada pelos inimigos. Aos outros aplica-se a lei. É mais simples e justo se a todos se aplicar a lei.

POR UM JORNALISMO MELHOR

Recentes

Ligações


  • Get Firefox!

sábado, setembro 09, 2006

O JORNALISMO TELEVISIVO E NÓS

Telejornal mais curto: Quanto a mim, quase nada muda. O essencial seria ter um telejornal bem feito que em meia hora desse o essencial da informação a todos. Nem todos gostam de jantar com a informação em fundo. Ficar uma hora em vez de uma hora e dez à frente do écrã à hora de jantar não me parece mudança significativa. Já acho interessante a intenção dos vários suplementos informativos ao telejornal.

Também seria preciso tirar a publicidade do interior do telejornal. A bem da separação dos géneros, a bem do espectador que quer ver, naquele momento as notícias, não as "noticias" do mercado. Há o antes e o depois que chegam.

1 Comments:

Blogger Carlota said...

De facto, devem estar a gozar com os telespectadores. Anunciarem um telejornal mais curto e depois virem dizer que a redução é só de dez minutos, francamente, é um não-anúncio.
Pode ser que o Provedor dos Telespectadores tenha a bondade de começar o seu programa precisamente por aí!
:)
Beijola.

8:54 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home